VP do Flamengo contesta notificação da Globo: “Ou pagam o que queremos ou a gente passa o jogo”

MP deu liberdade ao Flamengo para transmitir seus jogos como mandante no Campeonato Carioca

A Medida Provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) dando liberdade aos clubes a opção de transmitirem seus jogos como mandante sem a necessidade de autorização do adversário tem causado polêmica e até mesmo irritação do Grupo Globo com o Flamengo.

Afinal, com a mudança na Lei Pelé, o Mengão tem autonomia para definir se irá transmitir o duelo contra o Boavista, pela quinta rodada da Taça Rio, via Youtube ou negociar com qualquer canal a exibição da partida já que não possui nenhum vínculo com o Grupo Globo sobre o Campeonato Carioca.

O Flamengo está agindo sem respaldo jurídico? Vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, afirmou, em entrevista ao canal Paparazzo Rubro-Negro, que o time rubro-negro entende que a MP dá a liberdade de fazer o que bem entender com suas partidas como mandante e como agirá caso o Grupo Globo, dona dos direitos dos demais 15 jogos do Carioca, decida entrar na Justiça.

A gente estudou muito, ouviu muita gente. A gente entende que tem algumas situações que permitem chegar à conclusão de que a gente pode transmitir, sim, os jogos nos quais o Flamengo é mandante. No primeiro lugar e mais óbvio, o Flamengo não tem contrato com a Globo. O contrato com a Globo tem uma cláusula dizendo que o valor global, caso o Flamengo não participasse, sofreria uma redução de 25%, então o não acerto com o Flamengo já está precificado no contrato. Não tem nenhum prejuízo à Globo porque aquilo já estava previsto por ela mesmo. Esse é um primeiro fator a ser considerado pelas pessoas“, declarou.

Dunshee confirma que o Flamengo foi notificado pela emissora carioca afirmando que a MP editada pelo presidente não vale para os próximos jogos do estadual já que há contratos assinados anteriormente e garante que o jurídico tem trabalhado na estratégia de defesa do Mengão.

A gente está trabalhando. A gente recebeu a notificação da Globo, a gente está respondendo que não estamos em nenhuma iniciativa contra a lei. Estamos nos protegendo, traçando a estratégia, só não posso falar como. Eu espero que eles tenham a grandeza de entender que o momento mudou. Ou eles pagam o que o Flamengo pensa o correto ou a gente passa o jogo. É assim que funciona o livre mercado. É dinheiro na mão ou cada um para o seu lado“, concluiu o dirigente.

ASSISTA AO VÍDEO DA ENTREVISTA DE DUSHEE SOBRE O FLAMENGO:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais