Vice do Flamengo ironiza o Palmeiras por recusar adiamento do jogo: “Quer vantagem”

Rodrigo Dunshee usou as redes sociais para externar a sua ira com a decisão do rival

Horas após o Palmeiras se posicionar contra o adiamento do jogo contra o Flamengo, no domingo (27), pelo Brasileirão 2020, o vice-presidente jurídico do Mengão, Rodrigo Dunshee, usou as redes sociais para ironizar o rival.

Em publicação no Twitter, Dunshee debocha do time alviverde por querer levar vantagem, já que o Flamengo possui 10 atletas fora por terem testado positivo para covid-19, mas diz aguardar posição oficial da CBF.

Não surpreende o Palmeiras ser contra o adiamento. Quer levar vantagem, mesmo com risco pessoal. O que espero é que a CBF análise o tema de forma justa, pensando na saúde de todos e a situação excepcional que foi uma viagem de 8 dias com intensidade de contato entre os atletas“, declarou o dirigente.

LEIA MAIS:
+ Léo Pereira e Renê se destacam defensivamente em vitória sobre o Barcelona-EQU
+ Dome elogia jogadores por dedicação e cita Klopp no Liverpool para defender trabalho no Flamengo

Após a vitória por 2 a 1 sobre o Barcelona de Guayaquil, na noite de ontem, pela Libertadores, o Flamengo comunicou a CBF sobre o desejo de adiamento do jogo por naquela altura estar com sete atletas infectados – na manhã de hoje se confirmaram mais três casos já com o elenco de volta ao Brasil.

O Mengão alega na solicitação a entidade máxima do futebol brasileiro que há um prejuízo técnico com o alto número de desfalques e alerta para o risco dos atletas que possam entrar em campo possuírem o vírus por terem ficado cerca de oito dias com os infectados no Equador.

CBF DEVE REJEITAR PEDIDO DO FLAMENGO

Na manhã desta quarta-feira (23), o secretário geral da CBF, Walter Feldmann, afirmou que a diretoria de competições irá divulgar um comunicado oficial nas próximas horas, provavelmente, confirmando a realização da partida.

Se tiver uma quantidade mínima suficiente para entrar em campo, entra em campo. Tem o plantel para entrar em campo, fazer a substituição, então o jogo deve acontecer. Recebemos ontem à noite [o pedido de adiamento]. Estou apenas adiantando a lógica que a CBF tem adotado e deve ser aplicada nesse jogo também”, revelou Feldmann, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A alegação da CBF é que o clube pode inscrever 40 jogadores na competição e, portanto, mesmo com o surto no plantel, ainda teria número suficiente para entrar em campo (um time deve ter um mínimo de sete jogadores para poder atuar).

Em novos exames realizados na manhã desta quarta-feira, o clube detectou mais dois casos entre os jogadores. Os infectados são: Gabriel Batista, Mauricio Isla, Matheuzinho, Rodrigo Caio, Filipe Luís, Diego, Vitinho, Bruno Henrique e Michael.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais