Vice de futebol do Flamengo sai em defesa de Dome: “Não posso analisar o trabalho com sete dias”

Vice-presidente de futebol do Mengão entende que é muito cedo para tecer críticas ao técnico catalão

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (14), o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, confirmou a saída de Rafinha ao Olympiacos, da Grécia, e pediu calma para torcida rubro-negra com o técnico Domènec Torrent – ou, carinhosamente, chamado de Dome.

Questionado se o treinador catalão estava na corda banda devido aos resultados negativos contra Atlético-MG e Atlético-GO, Braz destacou ainda haver teve pouco tempo de trabalho e reafirmou a confiança no trabalho de Dome.

O Jorge Jesus, quando chegou, teve quinze a vinte dias para trabalhar e o atual técnico teve cinco. Confiamos no profissional que contratamos e nos que chegaram com ele. Os resultados não são os esperados por todos, mas confiamos no trabalho do treinador. Temos que entender que tem um tempo para isso ser maturado“, disse.

LEIA MAIS
+ Flamengo autoriza Lincoln a procurar um novo clube
+ Dome faz reunião com elenco para recolocar o Flamengo nos trilhos
+ Atleta do Atlético-GO revela espanto com postura do Flamengo: “Sentimos os caras devagar”

Domènec Torrent tem sofrido questionamentos nesta chegada ao Flamengo por implantar algumas mudanças no modelo de jogo mesmo tendo afirmado em sua chegada que respeitaria o legado de Jesus para depois começar a colocar sua cara no time.

Braz voltou a pedir paciência com o novo comandante rubro-negro e revelou que o treinador foi o responsável por pedir uma reunião com o elenco na última quinta-feira (13) para discutir melhorias na equipe.

Não posso chegar e analisar o trabalho dele com sete dias úteis de trabalho. Foi opção dele essa parte tática. Ele, como todos os profissionais, viu o que se passou lá. Ele tem toda a liberdade e segurança da torcida para que sigamos com ele, com resultado melhor e com êxito. Não teve conversa com ele após o jogo. O que houve foi uma conversa, pedida pelo treinador. Ele pediu para os jogadores para ter uma conversa para falar de todas as questões que serão impostas no trabalho. Diferente do que saiu na imprensa, quem pediu a reunião foi o Domenec“, completou.

Com o resultados negativos diante de Atlético-MG e Atlético-GO, o Mengão segue sem pontuar no Brasileirão 2020 em seis pontos disputados e ocupa a lanterna da competição nacional. Substituto de Jorge Jesus, o técnico Domènec Torrent ainda não sabe o que é vencer pelo time carioca.

O time rubro-negro volta a campo no próximo sábado (15) contra o Coritiba, às 19h30 (de Brasília), no Couto Pereira, no Paraná, pela terceira rodada do nacional.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais