Scout, base e divisões inferiores: conheça a MyCujoo, plataforma que irá transmitir o jogo do Flamengo

Rubro-negros terão de pagar R$ 10 para assistir à semifinal da Taça Rio, contra o Volta Redonda

Na noite desta sexta-feira (3), o Flamengo anunciou que a transmissão da semifinal da Taça Rio, contra o Volta Redonda no domingo, às 16h, será feita através da plataforma MyCujoo. Mas afinal, o que raios é essa MyCujoo?

Auto-intitulada de “maior comunidade de futebol do mundo”, a plataforma portuguesa foi fundada em 2014 e tem como principal foco campeonatos de pouca ou nenhuma visibilidade, com transmissões amadoras (muitas delas feitas com uma só câmera e pelo celular).

“Nós temos que entender que o valor não está só no premium. Só precisamos criar oportunidades de exposição para o conteúdo ser produzido, distribuído e consumido”, afirmou João Presa, CEO da plataforma, em palestra na CBF em 2019.

A MyCujoo começou a entrar no mercado brasileiro em 2018, com transmissões de jogos da Copa São Paulo de Futebol Júnior que não seriam televisionados. No ano seguinte, a plataforma firmou parceria com a CBF para transmissão da Série D, e das Séries A1 e A2 do Brasileirão Feminino. O app também transmitiu jogos das categorias sub-20 e sub-17.

A parceria agradou bastante à CBF internamente, já que possibilitou a transmissão de jogos que teriam interesse televisivo. Nas duas primeiras rodadas da Série D, por exemplo, registrou 400 mil acessos. Além disso, essas transmissões proporcionaram oportunidade a narradores e comentaristas espalhados pelo Brasil.

“Continuamos a atingir números incríveis e a MyCujoo continua a criar oportunidades para distribuir conteúdo de futebol e também trazer essa comunidade de futebol de volta para os clubes e federações, de volta para os detentores de conteúdo”, explicou o CEO da MyCujoo.

Plataforma de scouting “low-cost”

Justamente por focar em campeonatos de base e com pouca visibilidade, a MyCujoo se tornou um importante instrumento de prospecção de mercado pelos clubes europeus, podendo até ser considerada como um InScout de baixo custo.

Dentro da plataforma, pode-se tagear cada jogada de um atleta, o que facilita o trabalho dos scouters. Foi dessa forma que o atacante Gabriel Martinelli, do Ituano, foi acompanhado de perto e vendido ao Arsenal por aproximadamente R$ 30 milhões. A MyCujoo transmitia a Copinha e o Campeonato Paulista sub-20.

Experiência com a MyCujoo contra o Boavista

O Flamengo teve um primeiro teste com a MyCujoo na última quarta-feira, com a transmissão da partida contra o Boavista para fora do Brasil, no valor de US$ 8, que será repetido para torcedores em terras estrangeiras na partida contra o Volta Redonda.

Na divisão dos ganhos, a MyCujoo ficou com apenas 20% do valor arrecadado com a venda da transmissão, e 80% foi para o Flamengo. Dados extra-oficiais apontam um ganho de R$ 34 mil do clube rubro-negro com a comercialização da partida diante do Boavista.

A experiência, porém, não agradou muito aos rubro-negros que puderam acompanhar à partida. Nas avaliações da plataforma no Google Play, muitos torcedores reclamaram da qualidade da imagem e que a transmissão travava constantemente.

Siga o Hashtag Rubro-Negro no Twitter, no Facebook, no Instagram e ouça o Podcast do Hashtag no Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais