Saiba detalhes do protocolo adotado pelo Flamengo na volta aos treinos

Flamengo toma diversas precauções para não haver casos de coronavírus no Ninho

Primeiro clube do futebol brasileiro a voltar aos treinos, o Flamengo vem adotando uma série de medidas para garantir a máxima proteção aos atletas, membros da comissão técnica e outros funcionários ao coronavírus no Ninho do Urubu.

Para isso, o clube interditou as partes internas do CT, garante um grande espaço entre um funcionário e outro além de outras medidas.

O Paparazzo Rubro-Negro divulgou detalhadamente as medidas que estão sendo realizadas para evitar o contágio da doença no Ninho.

Os jogadores estão fazendo testes para o Covid-19 duas vezes por semana. Uma na segunda e outra na sexta-feira, não tendo nenhum novo caso desde que o clube voltou aos treinamentos.

Ao chegar ao CT, os atletas vão a quartos individuais para trocarem de roupa. Ao fim do treino, voltam para tomar banho e retornam às suas  casas. Da comissão técnica, apenas o técnico Jorge Jesus tem um quarto para utilizar. Os demais participam dos treinos e voltam para casa sem tomar banho no CT.

Todos os quartos e demais áreas são hinienizadas antes e depois dos treinos. Os treinamentos são feitos em três campos no Ninho: 2, 4 e 5.

As roupas utilizadas pelos atletas são lavadas individualmente na lavanderia do clube e passam por um calor de 70º.

Somente funcionários da limpreza, da segurança, rouparia e da administração podem se alimentar no Ninho com comida disponibilizada pelo próprio Flamengo. A cozinha está fechada, assim como todas as áreas internas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais