Rafinha dispara contra setor do Flamengo e diz ter sido alvo de guerra política

Lateral afirmou que questão financeira não foi entrave para seu retorno ao clube

Depois do Flamengo desistir oficialmente da sua contratação, o lateral Rafinha quebrou o silêncio em entrevista ao SporTV. O atleta reafirmou que a questão financeira não foi o empecilho para seu retorno e que ele foi alvo de uma guerra política interna do clube.

“O treinador me queria, o departamento de futebol todo me queria. Os torcedores me queriam. A parte financeira já deixei claro que não era o problema. Vou repetir: flexibilizei o máximo que poderia para receber meu salário em 2022. Claro que eu fui vítima de uma guerra política. Não tenho culpa disso. Podem estar zangados com o Olympiacos, respeito. Tenho muito carinho. Não foi isso que alegaram. Falaram que era parte financeira. Eles têm essa guerra, eu não sabia também. Eu paguei o pato, fiquei 35 dias esperando tomarem decisão e não deu certo. Pula para o outro lado e tinha as pessoas que eu soube que não queriam minha contratação”, afirmou Rafinha.

Empresário rasga elogios e indica joia argentina ao Flamengo

A negociação entre Rafinha e Flamengo parecia bastante encaminhada. Com paciência devido ao fim do Brasileirão, as partes conversaram por dias, mas as tratativas foram finalizadas no último sábado. Para o lateral, ele foi usado para vencer uma disputa dentro do clube.

Não tenho mágoa de ninguém. Meu trabalho é dentro do campo. Essas pessoas tinham que ficar ligados às atribuições deles, as finanças do clube, a comunicação do clube, eu não tenho que pagar essa conta. Fui usado nessa guerra e acabou não concretizando a minha contratação… Fiquei um pouco chateado porque se tivesse sido intransigente… Mas uma parte do Flamengo está me bloqueando, estou sendo vetado por pessoas da parte financeira, da comunicação… Se eu fosse vetado pelos torcedores, pelo Leandro, pelo Zico, pelo treinador, eu iria aceitar. Essas pessoas, sim, eu iria respeitar. Agora, por essas pessoas… Me usaram nessa situação para vencer uma guerra deles no clube”, disparou.

Siga o Hashtag Rubro-Negro nas redes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais