Presidente do Atlético-MG desiste de pedir o banimento do Flamengo do Brasileirão

Sérgio Sette Câmara recusou na ameaça de querer tirar o Mengão via Justiça

Após prometer acionar a Justiça Desportiva para pedir a exclusão do Flamengo do Campeonato Brasileiro, Sette Câmara, presidente do Atlético-MG, recusou e afirmou ter desistido da ideia.

Em entrevista à Rádio 98 FM, o mandatário do Galo ainda diz ver envolvimento do Flamengo na ação do Sindeclubes, sindicato que representa funcionários de clubes do Rio de Janeiro, para a suspensão do duelo contra o Palmeiras, disputado no último domingo.

O dirigente entende não fazer sentido entrar com uma ação pelo fato da CBF ter derrubado a liminar via TST (Tribunal Superior do Trabalho). Entretanto, deixou no ar que o STJD deveria punir o Mengão por toda a história.

LEIA MAIS:
+ Flamengo vai receber bolada com ida de Paquetá ao Lyon; veja valores
+ Lincoln projeta evolução em sua carreira: “Tenho muitas bocas para calar”

Como o jogo aconteceu, nós entendemos que cabe apenas à procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) analisar a situação e, se entender que é o caso, tomar as providências. Nós não vamos tomar nenhuma iniciativa“, disse o presidente do Atlético,

ENTENDA A HISTÓRIA DE PALMEIRAS X FLAMENGO

Depois de oito dias no Equador para os jogos da terceira e quarta rodada do Grupo A da Copa Libertadores 2020, o Flamengo sofreu com surto de covid-19 em nada mais, nada menos que 20 atletas e solicitou o adiamento do confronto contra o Palmeiras a CBF.

A entidade máxima do futebol brasileiro negou o pedido alegando que seu protocolo de saúde era seguro e o clube tinha possibilidade de inscrever até 50 atletas para a disputa do nacional.

No meio da história, o Sindeclubes surgiu com uma liminar que conseguiu a suspensão da partida. O TRT-RJ (Tribunal Regional do Trabalho) também deu parecer positivo para o adiamento do confronto da 12ª rodada do Brasileirão 2020.

No entanto, uma hora antes da bola rolar, o TST (Tribunal Superior do Trabalho) derrubou todas as liminares e manteve a realização do jogo – que terminou empatado por 1 a 1, no Allianz Parque, em São Paulo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais