Muro da Gávea amanhece pichado contra Landim: “Flamengo é do povo”

Presidente foi alvo dos protestos por conta da cobrança para assistir jogo pela internet

Os muros da Gávea estão novamente pichados. Desta vez, não por motivos de resultados negativos do Flamengo, mas sim por uma cobrança ao presidente do clube Rodolfo Landim pelo anúncio da cobrança para a torcida acompanhar os jogos do clube via streaming.

O Rubro-Negro publicou em seu site que o jogo deste sábado contra o Volta Redonda pela semifinal da Taça Rio terá uma cobrança de R$ 10,00 para torcedores que não são sócios-torcedores, o que revoltou grande parte da torcida.

Poucas horas depois, os muros da Gávea foram pichados com as frases “Flamengo é do povo” e “Fora, Landim ganancioso”.

Confira as fotos dos protestos da torcida do Flamengo

Fotos: reprodução

Este não foi o primeiro protesto de torcedores contra a diretoria, apesar dos ótimos resultados dentro de campo.

Há algumas semanas, Landim também foi alvo de protetos, sendo chamado de fascista e criticando outros dirigentes, também.

A partida entre Flamengo x Volta Redonda está marcada para o próximo domingo às 16h no Estádio do Maracanã e será a segunda que o clube tem o direito de transmitir/negociar com quem quiser.

No primeiro jogo, transmissão gratuita na FlaTV com recorde de audiência e diversas novas inscrições na vitória rubro-negra diante o Boavista pela última rodada da fase de grupos da Taça Rio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais