Ministério Público enviará carta a CBF pedindo a suspensão do futebol no Brasil

Novo avanço nos casos de covid-19 no país tem deixado alguns estados em alerta

O Ministério Público vai enviar uma carta à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) recomendando a suspensão de todas as partidas de futebol no Brasil em razão do grande crescimento de novos casos de coronavírus. É o que informa o GE.

A recomendação será assinada pelos presidentes das comissões estaduais que tratam da segurança nos estádio. O presidente da Comissão Nacional, o procurador Valberto Lira, da Paraíba, contou que a recompensação é a paralisação geral de todos os campeonatos.

A Comissão Nacional decidiu emitir uma nota técnica recomendando à CBF a suspensão de toda e qualquer competição por ela organizada, em face da situação que hoje o Brasil atravessa, com o crescente número de pessoas falecidas e contaminadas“, declarou.

Leia mais:
Para acertar com o Flamengo, Rafinha ignora demais propostas recebidas
Flamengo: 7 garotos da base para ficar de olho no Carioca

Todos os colegas que integram a comissão entendem que se não houver o acatamento dessa recomendação, serão ajuizadas ações em todos os estados. Vivemos uma situação que preocupa a todos e esses deslocamentos de equipes de um estado para outro trará mais possibilidade de contágio“, acrescentou.

Lira acredita que o futebol não está no hall de atividades essenciais para que clubes sigam viajando pelo Brasil com o risco de levar o vírus para lugares considerados com os casos da doença controlados.

Futebol não é atividade essencial. As atividades essenciais estão elencadas no decreto do governo do estado. Nós estamos dizendo à CBF que não poderão acontecer esses jogos. Estamos recomendando também à Polícia Militar para impedir esses jogos no estado da Paraíba“, disse Valberto, que também é presidente da Comissão de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios da Paraíba.

Apelo de Lisca pela paralisação

Antes a vitória do América-MG por 1 a 0 sobre o Athletic-MG, pelo Campeonato Mineiro, o técnico Lisca, do Coelho, se mostrou revoltado com a confirmação dos jogos da Copa do Brasil em meio a um momento classificado como ‘segunda onda’ da covid-19.

Eu faço um apelo a CBF para dar um tempo nessa Copa do Brasil. Para que a gente adie um pouco esses jogos, né? Nós vamos jogar só no dia 18, talvez até lá. Mas, tem jogos já agora na próxima quarta-feira. E eu tenho certeza que meus colegas também estão preocupados. Eu sou pai de família, tenho duas filhas e uma esposa. Eu quero viver, gente“, desabafou Lisca.

Até o momento, os campeonatos estaduais do Paraná e Santa Catarina estão suspensos e o Ceará deve ser o próximo a também tomar a medida.

Até o momento, a CBF não se manifestou sobre a possibilidade de promover uma nova paralisação. Há clubes com medo também de apoiar a medida com risco de perder a entrada de dinheiro de direitos de transmissão e publicidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais