Histórico e cautela: por que o Flamengo não acelera a volta de Rodrigo Caio?

Zagueiro não entra em campo pelo Flamengo desde setembro

Sem entrar em campo pelo Flamengo desde o mês de setembro na vitória por 2 a 1 sobre o Barcelona no Equador, Rodrigo Caio é uma das grandes expectativas da torcida rubro-negra de retorno para ajustar a zaga, que vem sendo tão criticada nos últimos tempos. Entretanto, o Fla busca cautela e não acelera a volta do defensor.

Um dos motivos é o histórico de lesões do atleta. Ainda que no Flamengo esteja vivendo pela primeira vez uma série de lesões, o zagueiro já passou por esta fase em algumas ocasiões na carreira quando defendia o São Paulo.

Mais sobre Flamengo e Rodrigo Caio:

+ Flamengo divulga vídeo de Rodrigo Caio fazendo treino com bola; assista

No próprio Flamengo isso aconteceu recentemente. Logo após de se recuperar de sua primeira lesão em outubro, Rodrigo Caio se machucou nos primeiros treinos feitos e desde então está tratando uma contusão na panturrilha.

O zagueiro voltou a treinar ontem com bola e dá sinais de que sua volta está mais próxima, mas a tendência é de que se recupere totalmente para assim voltar a treinar com o grupo.

Além do histórico, também existe a cautela para a sequência da temporada. Com um calendário apertado e sem muito tempo para recuperação de um jogo após o outro, é maior o risco de lesão para qualquer atleta por desgaste.

Desta forma, o Flamengo também prepara Rodrigo Caio para que ele aguente a temporada até o seu final, com diversos jogos seguidos.

Sem Rodrigo, o técnico Rogério Ceni vem mudando a dupla de zaga do Flamengo. Léo Pereira vem sendo titular em praticamente todos os jogos e seu companheiro de posição alterna entre Gustavo Henrique e Thuler.

Contra o Racing na próxima terça-feira, por exemplo, a dupla de zaga rubro-negra deverá ser formada por Gustavo Henrique e Léo Pereira, a dupla mais criticada do Flamengo na temporada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais