Flamengo teve segunda maior folha salarial na carteira da Série A em 2020

Campeão brasileiro, Rubro-Negro ainda gastou menos que o Corinthians na temporada

Multicampeão também em 2020, o Flamengo elevou o nível técnico do elenco e, consequentemente, os gastos. Ainda assim, os salários na carteira pagos pelo Rubro-Negro não foram os maiores da Série A durante a temporada.

De acordo com um levantamento da BR Contracts, publicado pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, o Flamengo fechou a temporada pagando R$ 7,9 milhões de salários em CLT. Vale ressaltar que o direito de imagem pode ser até 40% da remuneração de um jogador, além de luvas e bônus. Ou seja, se o salário do atleta é R$ 100 mil, R$ 40 mil podem ser registrados fora da carteira.

O Corinthians foi a equipe da Série A com o maior salário em CLT de 2020. O Alvinegro terminou a temporada pagando R$ 8,3 milhões aos seus atletas. O Palmeiras fecha o top-3 com R$ 6,4 milhões.

Confira os salários na carteira das 20 equipes que disputaram a Série A em 2020:

1º – Corinthians: R$ 8,3 milhões
2º – Flamengo: R$ 7,9 milhões
3º – Palmeiras: R$ 6,4 milhões
4º – Atlético-MG: R$ 6,3 milhões
5º – Internacional: R$ 5,8 milhões
6º – Grêmio: R$ 4,9 milhões
7º – São Paulo: R$ 4,3 milhões
8º – Santos: R$ 3,6 milhões
9º – Fluminense: R$ 3,5 milhões
10º – Bahia: R$ 2,7 milhões
11º – Vasco: R$ 2,7 milhões
12º – Athletico-PR: R$ 2,6 milhões
13º – Red Bull Bragantino: R$ 2,6 milhões
14º – Botafogo: R$ 2,5 milhões
15º – Fortaleza: R$ 1,8 milhões
16º – Coritiba: R$ 1,8 milhões
17º – Ceará: R$ 1,7 milhões
18º – Sport: R$ 1,7 milhões
19º – Goiás: R$ 1,2 milhões
20º – Atlético-GO: R$ 1,2 milhões

Libertadores 2021: veja os potes e possíveis adversários do Flamengo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais