Flamengo terá de pagar multa milionária para Domènec Torrent; diz site

Treinador não resistiu a série de goleadas no comando do Mengão

O Flamengo demitiu o técnico Domènec Torrent nesta segunda-feira (9), um dia depois da goleada sofrida por 4 a 0 para o Atlético-MG, no Mineirão, pela 20ª rodada do Brasileirão 2020. A escolha da diretoria acarretará em mais gasto milionário nas finanças do clube.

Segundo reportagem do GE recentemente, o contrato de Dome com o Flamengo tinha multa de 2 milhões de euros (R$ 12,733 milhões) em caso de rescisão para ambas as partes.

O custo mensal de toda a comissão técnica de Domènec Torrent era de aproximadamente R$ 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 9 milhões).

Leia mais
+ Braz alfineta CBF e questiona sobre marcação de jogos do São Paulo
+ Carvalhal explica a recusa ao Flamengo e revela: “Me chamaram de louco”

Apesar do alto valor, em casos como este é comum que se faça um acordo ‘amigável’ entre as partes para que o pagamento seja feito em suaves parcelas.

Contratado no começo de agosto para a vaga deixada por Jorge Jesus, Dome chegou ao Mengão com pompas de estrela por ter trabalhado como auxiliar de Pep Guardiola em Manchester City, da Inglaterra, Barcelona, da Espanha, e Bayern de Munique, da Alemanha.

Dome, porém, já caiu em atrito com à torcida e dirigentes por ter prometido não mexer na estrutura deixada por Jesus e, logo em sua estreia, o time ter apresentado profunda mexida no modelo de jogo, além da derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG.

Ao todo, o Domènec Torrent dirigiu o Flamengo em 24 jogos e teve um retrospecto de 14 vitórias, quatro empates e seis derrotas – são 18 jogos pelo Brasileirão, duas partidas pela Copa do Brasil e quatro pela Copa Libertadores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais