Títulos, receita recorde e “nem sinal no retrovisor”: Flamengo se destaca em análise do Itaú BBA

Banco fez ressalva sobre ano de pandemia e provável queda abrupta de receitas

O Flamengo teve um 2019 histórico dentro de campo e o sucesso acompanhou o mesmo rendimento fora das quatro linhas. O Itaú BBA divulgou a análise financeira dos clubes na temporada passada e o Rubro-Negro foi o grande destaque do estudo. Mesmo com o aumento das despesas para a montagem do elenco, o Fla teve receita recorde e equacionou a capacidade financeira com a esportiva.

Impulsionado pelos títulos Carioca, Brasileiro e da Libertadores, além da participação no Mundial de Clubes, o Flamengo teve uma receita de R$ 841 milhões em 2019, representando um crescimento de 50,4% em relação à temporada anterior. Desse montante, destacam-se os R$ 330 milhões são referentes a direitos de TV, os R$ 191 milhões de vendas de jogador e R$ 171 milhões de bilheteria/sócio-torcedor.

Flamengo
Reprodução Itaú BBA

Por outro lado, as despesas também subiram e saltaram de R$ 418 milhões para R$ 563 milhões. O investimento total do clube foi de R$ 270 milhões, sendo a maior parte em sua divisão de base. Porém, de acordo com o levantamento, é natural as dívidas acompanharem as receitas.

Reprodução Itaú BBA
Flamengo
Reprodução Itaú BBA

Inclusive, no exercício de projetar em quanto tempo o Flamengo poderia pagar todas as suas dívidas, o Itaú BBA avalia que o Rubro-Negro teria condições de quitar todos os débitos em apenas quatro anos. Para isso, o banco utilizou os seguintes critérios: comparou a dívida total líquida de 2019 com a receita total média dos últimos três anos. Então, utilizou 20% da receita média exclusivamente para o pagamento da dívida.

Para 2020, porém, o estudo liga o sinal de alerta para os impactos da pandemia de Covid-19. Receitas como bilheteria e sócio-torcedor, por exemplo, caíram de forma abrupta devido à crise econômica e jogos com portões fechados na maior parte da temporada. De acordo com a projeção, a receita total líquida do Flamengo deve despencar de R$ 805 milhões para R$ 597 milhões, enquanto as despesas seguiram praticamente as mesmas.

Reprodução Itaú BBA

Por isso, na análise geral, o Itaú faz uma importante ressalva e diz que o clube pode ter desafios para a manutenção dos investimentos. Além disso, especula que o aumento de arrecadação com vendas de jogadores pode ser uma saída. “Confirmado o cenário, a tendência é de menos investimentos e início mais lento em 2021”, diz o estudo. Em contrapartida, a avaliação das finanças de 2019 mostra que o Flamengo não tem “nem sinal no retrovisor”.

LEIA A AVALIAÇÃO GERAL DO ITAÚ BBA:

“Nem sinal no retrovisor

Chegou ao tão esperado ano das conquistas, quando a capacidade econômico-financeira encontrou a capacidade esportiva. E foi um grande ano, quase perfeito.

Passou, 2020 iniciava com tendência de manutenção do cenário, mas eis que surge a pandemia e coloca um freio na explosão flamenguista. Impactos certos em receitas com Bilheteria e Sócio Torcedor, talvez com Publicidade, um pouco menos de TV é possível. Mas com custos e despesas maiores, em função de um elenco ainda mais qualificado.

De qualquer forma o clube não parece correr riscos. Certamente terá dificuldades com fluxo de caixa, o que é natural para todos que ficam meses sem receitas relevantes e custos correndo. Mas tem capacidade de se recolocar rapidamente nos trilhos quando alguma normalidade retornar.

Fica um sinal de alerta que é o volume elevado de venda de atletas nos últimos anos, e que talvez se torne uma necessidade adicional em 2020 para ajudar a manter o conforto financeiro. Faz parte, mas com o tempo precisa reduzir esta dependência.

No mais, é surfar a onda de bonança. O futebol é cheio de surpresas, especialmente as que surgem dentro das estruturas. Não parece que elas estejam no horizonte, especialmente num ano que a maioria dos clubes tende a sofrer muito mais que o Flamengo. O clube se distanciou a tal ponto que os adversários mais próximos não são nem percebidos.

Segue o jogo!”

LEIA MAIS

Áudio de rival sobre Marcos Braz viraliza na web: “Ele não tem limites”; ouça

SIGA O AUTOR

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais