Flamengo projeta superar Globo e receber quantia milionária com Carioca; veja quanto

VP de Comunicações e Marketing explicou a troca e revelou planos futuros para a FlaTV+

A rescisão com a Globo e o acerto com a Record pelo Campeonato Carioca foram alvos de crítica da torcida ao Departamento de Marketing do Flamengo. Isso porque houve queda de exposição dos jogos, do torneio e, principalmente, diminuição da receita com a troca.

No entanto, de acordo com o VP de Comunicação e Marketing do Rubro-Negro, Gustavo Oliveira, o Flamengo projeta faturar mais com o novo modelo do que iria ganhar com a Globo. Em entrevista ao Blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte, revelou as projeções do clube.

“Não acredito que esse modelo daria a curto prazo mais dinheiro. Mas não sei se o modelo dos R$ 18 milhões dos clubes ia continuar. “O Flamengo quebrou o modelo”, dizem. Não quebrou o modelo, deixou de assinar um contrato novo. Em 2020, a gente não entrou. A Globo podia ter continuado com os outros clubes. Não sei se continuaria. A Globo ofereceu R$ 45 milhões para este Carioca. O que daria para o Flamengo R$ 6 milhões. Isso a gente vai passar em muito com o modelo atual. O todo deve dar mais de R$ 10 milhões. Tem a venda da Record que não é muito dinheiro, mas que foi importante. Tem a venda de patrocínio, naming rights, que foram prejudicados pela pandemia. Foram prejudicados também pela falta de tempo”, explicou Gustavo.

Zagueiro Pepe diz que torcia para o Flamengo na infância

O dirigente não revelou os números de venda do PPV pela FlaTV+, mas se mostrou satisfeito até o momento. Além disso, esclareceu planos futuros para a plataforma.

“Não vou falar números. Estou muito satisfeito com a FlaTV+. Continuo a ter a FlaTV que vai virar a segunda do mundo: deve passar o Real Madrid neste semestre se tudo correr bem. Vai continuar gratuita. Tem treinos, programas de entrevistas e o jogo do Carioca em áudio, FlaTV normal. É monetizada por meio de patrocinadores. Isso é uma coisa. Vai continuar a ser como se fosse a Rede Globo. FlaTV+ tem como base o assinante, a monetização é o assinante e não o patrocinador. FlaTV normal se paga totalmente, e ela dá um lucro do dobro do custo dela. FlaTV+ era para começar com esquema de assinante do Flamengo. A torcida assinaria pagando R$ 10, R$ 15 e teria tudo que tem e algumas entrevistas exclusivas, programa exclusivo, um treino inteiro. Isso é um projeto que a gente vai inaugurar final de abril e começo de maio. Abriu-se uma possibilidade do campeonato Carioca em seu PPV. Foi aí que a FlaTV+ começou, com o lançamento do Carioca. Ela não se encerra com o Carioca, mas não posso transmitir as outras competições. No Carioca, vou ganhar mais do que na venda com as teles. O modelo das teles deixa mais ou menos em torno de 50%. Isso é uma diferença. Eram R$ 18 milhões pelo contrato da Globo (no Carioca). A FlaTV+ dá 100% para o clube. É complementar às teles. Disputa em algum sentido entre o PPV das teles e dos clubes. Um cara não tenha uma SKY. Se quiser tiver o PPV, ele pode ter via clube em uma OTT. “Está elitizando”, dizem. De certa forma, não. Globo não transmitia todos os jogos, Record também passa só alguns. Tem a venda pelas teles. Agora tem os clubes vendendo”, disse.

Siga o Hashtag Rubro-Negro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais