Flamengo perde seus principais armadores e Dome terá que quebrar a cabeça por substituto

Arrascaeta e Éverton Ribeiro são os jogadores que mais criam chances para o Flamengo no Brasileirão e na Libertadores

O técnico Domènec Torrent terá seis desfalques para enfrentar o Sport Recife nesta quarta-feira, às 19h15, no Maracanã pelo Campeonato Brasileiro. E duas dessas ausências vão causar uma dor de cabeça para o catalão. Principais armadores do Flamengo, Éverton Ribeiro e Giorgian De Arrascaeta foram convocados para suas seleções e ficarão de fora das próximas três rodadas do Brasileirão.

No elenco do Flamengo, apenas os dois têm características de meias de criação. Não à toa, os dois são os atletas que mais dão passes para finalização, tanto no Brasileirão, quanto na Libertadores. Somando as duas competições, Arrascaeta tem 42 passes decisivos em 15 jogos e Éverton tem 23 assistências para finalização também em 15 partidas disputadas.

Os dois também lideram as estatísticas de grandes chances criadas. O uruguaio foi o responsável por criar 8 grandes chances, enquanto o brasileiro criou 5 oportunidades claras de gol para o Flamengo. Já nas assistências, Arrascaeta é o grande gaçom da equipe, com 6 passes para gol. Everton tem apenas 2.

LEIA MAIS
+ Tem vaga pros dois? Pedro vive fase artilheira e acirra disputa com Gabigol
+ Flamengo anuncia renovação de contrato do lateral Ramon

O camisa 14 ainda é o jogador rubro-negro com mais participações em gols somando Libertadores e Brasileiro. Ao todo, são 10 participações (4 gols + 6 assistências). Éverton Ribeiro vem empatado com Gabigol em segundo lugar, com 7 participações (5 gols + 2 assistências).

Considerando apenas o Brasileirão, os camisas 14 e 7 também estão no Top-5 dos atletas do Flamengo que mais finalizam. Com 22 finalizações, Arrascaeta é o segundo que mais chuta a gol e Éverton é o quarto, com 13 remates.

Possíveis substitutos

Sem seus principais homens de criação, Dome terá de quebrar a cabeça para montar o time para os jogos contra Sport, Vasco e Goiás. No lugar de Arrascaeta a tendência é que Diego entre para ser o meia mais centralizado. O camisa 10 fez exatamente essa função na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense.

Na direita, Vitinho é uma das preferências do catalão. O camisa 11 fez a função no último jogo, contra o Athletico Paranaense, mas esteve bastante apagado e a equipe subiu de produção na segunda etapa, justamente com a entrada de Éverton Ribeiro.

Outro atleta que pode ser aproveitado no lado direito é Michael, que também atuou algumas vezes por ali. Caso não queira optar por nenhum dos dois, Dome ainda pode trocar Bruno Henrique de lado e escalar Pedro Rocha, recém-recuperado de lesão, na esquerda.

Ainda sem condições de jogo por conta de uma lesão no ligamento do tornozelo, Gabigol é uma opção caso se recupere para as próximas partidas. Dessa forma, o técnico do Flamengo pode escalar o camisa 9 mais aberto pelo lado direito, enquanto mantém Pedro como o titular no comando do ataque.

Com 21 pontos, o Flamengo ocupa a quarta posição do Campeonato Brasileiro. O rubro-negro está seis pontos atrás do Atlético-MG, atual líder da competição.

Siga o Hashtag Rubro-Negro nas redes sociais também:

Twitter: https://twitter.com/hashtag_RN

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais