Flamengo não deve atrasar pagamento de Michael ao Goiás

Mengão possui caixa para honrar seus acordos em meio a crise instaurada devido à pandemia

Um efeito dominó causou atrasos no Flamengo. O clube viu um patrocinador rescindir o contrato pela falta de jogos e a Adidas atrasou a parcela de abril. Sem o dinheiro em caixa que já era contado, o Rubro-Negro teve que renegociar alguns pagamentos, como o de Léo Pereira junto ao Athletico. Entretanto, não precisará fazer o mesmo com o Goiás por Michael.

O Flamengo não deve atrasar a próxima parcela para o mês de julho do atacante. Segundo informou o Uol Esporte, o clube segue fazendo contas e avaliações da situação financeira, ciente do que está para entrar nos cofres e o que vai sair.

O pagamento da Adidas que estava atrasado foi realizado nos últimos dias, o que aliviou os cofres rubro-negros, permitindo que os pagamentos voltassem a acontecer de forma mais natural.

Assim, o Fla tem expectativa de que não irá precisar renegociar o pagamento de Michael ao Goiás nas próximas semanas e que conta com o dinheiro em caixa.

Contratado em janeiro, Michael custará ao todo 34,5 milhões de reais. Este valor foi dividido em três parcelas, sendo que a primeira delas já foi paga em fevereiro deste ano. A segunda será quitada em julho e a terceira e última somente em janeiro do ano que vem.

1 comentário
  1. […] MAIS + Flamengo não deve atrasar pagamento de Michael ao Goiás + Michael aplica sequência de dribles em colombianos e perfil da Libertadores brinca: “Alguém […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais