Flamengo informa que teve prejuízo de R$ 26 milhões no último semestre

Crise e a pandemia do Coronavírus foram responsáveis pelo prejuízo do clube

Clube que está melhor financeiramente no futebol brasileiro, o Flamengo foi afetado pela crise iniciada pelo Coronavírus. Com menos receitas, o Rubro-Negro viu seus ganhos diminuírem no primeiro semestre de 2020 e registrar um prejuízo de quase 30 milhões de reais.

+ Veja a agenda de jogos do Fla para agosto

Segundo o balanço oficial do Flamengo, o clube encerrou o primeiro semestre com um défict de 26 milhões de reais.

Em comparação com o mesmo período no ano passado, a diferença é gigante. Até o meio de 2019, o Flamengo teve um superávit de 38 milhões de reais.

O impacto da pandemia prejudicou os cofres rubro-negros em vários aspectos, como a questão da bilheteria. Sem público desde o meio de maio e na reta final do Carioca, o Flamengo não teve mais o dinheiro dos jogos que fazia no Maracanã.

A Azeite Royal, uma das patrocinadoras do Flamengo, deixou o clube assim que a pandemia começou, diminuindo também os ganhos do clube.

Na Copa Libertadores, os clubes ganham por partida e por vitória. Assim, sem jogos da competição internacional, o Flamengo não teve alguns ganhos em dólar.

Em contrapartida, o Flamengo seguiu tendo importantes despesas como os salários dos jogadores, pagamento de transferências que haviam sido parceladas, gastos com jogos e manutenção dos estádios, entre outros.

A expectativa é de que com o início do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, além da volta da Libertadores, os cofres do clube voltem a ter mais ganhos e as contas do clube voltem a fechar no azul.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais