Flamengo de Ceni mantém problemas defensivos de Dome; veja os números

Time sofre gol em quase todos os jogos e mantém maior problema da era Domènec

Contratado para substituir Jorge Jesus no Flamengo, Domènec Torrent teve como ponto fraco no clube o sistema defensivo. Após ser demitido, Rogério Ceni assumiu o comando técnico tendo como uma das responsabilidades arrumar a defesa, mas também não vem conseguindo.

Ceni já realizou 12 jogos à frente do Flamengo. Deste total, em 10 deles o time sofreu gol e apenas duas vezes a defesa não foi vazada: na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo e no empate com o Fortaleza por 0 a 0.

+ Saiba até quando vai o contrato de Ceni no Fla
+ Após revés, Ceni vê time sentindo falta do torcedor e diz não ter garantias no Fla: “Resultados são ruins”

De resto, nos dois jogos contra o São Paulo pela Copa do Brasil, os dois contra o Racing pela Libertadores, e os jogos contra Atlético-GO, Coritiba, Santos, Bahia, Fluminense e Ceará pelo Brasileirão, o Rubro-Negro sofreu pelo menos um gol.

No total em 12 jogos, foram 17 gols sofridos, o que ultrapassa a média de um gol sofrido por jogo.

Com Dome, o problema do sistema defensivo acabou sendo crucial para sua demissão. O espanhol colecionou várias derrotas por placares largos que não sustentaram sua permanência.

CENI PRESSIONADO NO FLAMENGO:

Os números da defesa não são os únicos pontos negativos do trabalho de Rogério Ceni no Flamengo. O treinador também vem lidando com diversas críticas pelo desempenho do time ao longo dos jogos e também pelas eliminações na Copa Libertadores e na Copa do Brasil.

Todo este cenário traz a possibilidade do treinador poder ser demitido a qualquer momento, talvez não seguindo no clube nem para o próximo jogo contra o Goiás pelo Brasileirão na segunda-feira da próxima semana.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais