Ex-presidente do Flamengo diz que Ronaldo negou acerto com Corinthians e critica: “Uma semana depois estava lá”

Fenômeno usou as instalações do Flamengo para tratar de lesão e depois fechou com o Corinthians

Ronaldo Fenômeno retornou ao futebol brasileiro em 2008 devido a lesão de ruptura do tendão patelar do joelho esquerdo e escolheu o Flamengo para continuar o tratamento iniciado na Itália. Porém, quando todos achavam que ele iria assinar com o Mengão, explodiu a bomba de que o atacante jogaria no Corinthians.

Presidente mais vitorioso da história rubro-negra, Márcio Braga revelou, em entrevista ao Fox Sports, que conversou com o Fenômeno na época que surgiram os burburinhos do possível negócio e ouviu que ‘não era verdade’ pelo desejo de jogar no Flamengo. Ou seja, o atleta mentiu e, hoje, alega que não foi procurado pelo Mengão para ficar em definitivo.

Vocês querem que conte a história? Se lesionou e quis se tratar no Brasil, no Flamengo. O doutor Runco era o médico do Flamengo e da Seleção Brasileira. Se propôs a fazer a recuperação do atleta. Fui procurado pelo seu procurador, que queria conversar. Fomos almoçar no Jockey, pensar num acordo, num trato para o atleta assinar mais para frente. Chegamos a conversar novamente, mas achamos que assinar o contrato antes de treinar com bola era perigoso para a recuperação dele. Se tivesse contrato, ele poderia antecipar a sua recuperação, então resolvemos mais uma vez adiar isso“, disse o ex-presidente.

Um belo dia, recebo um telefonema do atleta: ‘Presidente, está saindo notícia de que estou indo para o Corinthians. Não tem nada disso, eu quero jogar no Flamengo’. Falei, então, ‘está bem, meu filho’, vamos fazer o contrato. Uma semana depois ele assinou com o Corinthians”, completo.

A decisão de Fenômeno causou tristeza em Márcio Braga, porém, um ano depois o atacante provou ser torcedor do Flamengo. O dirigente conta que no duelo entre Flamengo x Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro de 2009, o jogador simulou lesão para sair do duelo.

Fiquei triste, claro, mas são coisas que acontecem no futebol. Em 2009, Flamengo e Corinthians, o Ronaldo cai fora de campo, atrás do gol. Cai lesionado, o Bruno, nosso goleiro, vai atendê-lo e diz: ‘Quer ajuda?’. Ele falou: ‘Sou Flamengo, fica quieto, quero sair’. Ele deu demonstração de que o coração dele era rubro-negro. Ele não queria naquele momento decisivo para o Flamengo ser campeão estar com o Corinthians”, finalizou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais