Dome lamenta derrota e pede tempo para o Flamengo recuperar ritmo e voltar a vencer

Treinador catalão ainda não sabe o que é vencer no comando do Mengão

Domènec Torrent ainda não sabe o que é vencer no comando do Flamengo. Após o revés rubro-negro por 3 a 0 para o Atlético-GO, o treinador catalão, que foi duramente criticado nas redes sociais por mudanças de jogadores e esquema tático, tentou dar explicações e pediu tempo para trabalhar.

Em coletiva transmitida pela FlaTV, Dome apontou o lado físico como um grave problema encontrado em sua chegada ao Flamengo e pediu tempo para conseguir recolocar o time no caminho das vitórias.

Jogamos depois de 24 dias, parece que estamos na pré-temporada, um ritmo muito mais baixo, os outros em um ritmo mais alto, mas trabalharemos para fazer uma equipe vencedora. Certamente venceremos novamente. Eu preciso de tempo, os jogadores precisam de tempo. Não para jogar com Dome como técnico, mas para estarem melhor fisicamente, jogarem mais jogos e voltarem a vencer“, disse.

LEIA MAIS:
+ Flamengo pode ter dois jogos “às cegas” na Libertadores 2020; entenda
+ Flamengo acerta empréstimo de lateral-direito do Santa Cruz

Não é normal. O Flamengo é vencedor, ganhou quase tudo. Eu sou vencedor. Não me lembro de perder dois jogos seguidos, mas acontece algumas vezes no futebol. Por quê? Porque as ligas não são as mesmas, algumas equipes fazem mais jogos que você, e não é fácil. Temos que ter mais ritmo, mais treinamentos e jogar em um ritmo alto. Estamos trabalhando duro para isso. Não é fácil. Todos os times estão muito bem preparados para vencer equipes como a do Flamengo“, acrescentou.

As mudanças de Rafinha e Arrascaeta por Gustavo Henrique e Vitinho, além da mudança na formação tática, causou espanto na torcida já que havia sido dito pelo próprio treinador que o trabalho de Jesus seria mantido já que o Mengão enfrenta uma maratona de jogos devido à pandemia do coronavírus.

Não jogamos com quatro zagueiros: Rodrigo, Gustavo, Léo e Filipe. Um volante, dois meias e três atacantes. Começamos no 4-3-3 e na segunda parte no 4-2-3-1. Quando perdemos, perdemos todos. Não só um jogador. Perdemos o técnico e os jogadores. Eles ganharam a segunda bola, jogaram em um ritmo mais alto“, concluiu.

Com duas derrotas nos primeiros dois jogos do Brasileirão 2020, o Flamengo ocupa a lanterna da competição sem nenhum ponto.

O time rubro-negro volta a campo no próximo sábado (15) contra o Coritiba, às 19h30 (de Brasília), no Couto Pereira, no Paraná, pela terceira rodada do nacional.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-GO 3 X 0 FLAMENGO

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)
Data: Quarta-feira, 12/08/2020
Horário: 20h30 horas (Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Edson (Atlético-GO); Rafinha (Flamengo)
Cartão vermelho: Diego Alves (Flamengo)
GOLS
ATLÉTICO-GO: Huyri, aos 14min do primeiro tempo; Jorginho, aos 31min do primeiro tempo; Ferrareis, aos 15min do segundo tempo

ATLÉTICO: Jean, Dudu (Moacir), Éder, Gilvan e Nicolas; Edson, Marlon Freitas, Jorginho (Willian Maranhão) e Éverton Felipe; Ferrareis (Chico) e Hyuri (Matheus Vargas)
Técnico: Vagner Mancini

FLAMENGO: Diego Alves, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Gustavo Henrique (Rafinha) e Filipe Luís; Willian Arão, Gérson e Everton Ribeiro (Arrascaeta); Vitinho (Pedro), Gabigol (Cesar) e Bruno Henrique
Técnico: Domènec Torrent

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais