Como os retornos do Brasileirão e da Libertadores ajudam na permanência de Jorge Jesus no Flamengo

Benfica tinha indefinição do calendário como um dos trunfos na negociação

Tanto CBF, quanto Conmebol definiram as datas de retorno das competições brasileiras e sul-americanas. O Brasileirão tem a volta confirmada no dia 9 de agosto. Já a Libertadores retornará no dia 15 de setembro. Ambas as competições irão ‘invadir’ 2021. A definição no calendário pode pesar na permanência do técnico Jorge Jesus no Flamengo.

Como o #Rubro-Negro havia informado, um dos trunfos do Benfica na negociação por Jorge Jesus era a incerteza do calendário do Flamengo. O clube português apostava na demora pelo retorno do Brasileirão e da Libertadores, o que facilitaria o treinador a optar pelo retorno.

“A indefinição sobre o Brasileirão e a Libertadores também não ajudam a tomar uma decisão”, disse uma pessoa do estafe de Jorge Jesus à nossa reportagem.

LEIA TAMBÉM: Estafe aponta o que pode fazer Jorge Jesus voltar ao Benfica

Até o momento, não houve conversas entre Jorge Jesus e os representantes do Benfica. A ideia era iniciar a negociação na quinta-feira, logo após a Taça Rio, porém os portugueses também tiveram seus planos frustrados, já que o Campeonato Carioca ganhou mais duas datas e será encerrado apenas na próxima quarta. A partir de então, o Flamengo terá pouco menos de um mês sem partidas oficiais.

Por parte do Flamengo, a confiança é na permanência do Mister, que teve seu contrato recém-renovado até junho de 2021. “A gente não conversou absolutamente nada e eu também não tenha nada pra conversar”, afirmou Marcos Braz, vice-presidente de futebol, após a partida contra o Fluminense.

SIGA O AUTOR: @matheusleal1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais