Carvalhal abre o jogo e revela o que pesou para recusar o Flamengo

Treinador português explanou os motivos pelos quais não quer treinar o Rubro-Negro no momento

Desde a saída de Jorge Jesus, alguns nomes estão sendo especulados no Flamengo, e um deles agradava muito a diretoria rubro-negra: o português Carlos Carvalhal. Os dirigentes do Fla viajaram para a Europa para fechar com o ex-treinador do Rio Ave, mas o treinador não deve aceitar a proposta e explicou os motivos.

+ Presidente do Braga confirma acerto com Carvalhal e desiste da contratação de Piris da Motta

Em entrevista à Sky Sports, Carvalhal admitiu que o mais importante para a sua escolha é a questão do coronavírus. A doença segue longe de estar sob controle no Brasil, diferente de outros países, o que pesa para uma recusa dele ao Flamengo:

“Eu tenho que tomar uma decisão e preciso conversar com minha família. Precisamos viver com a realidade e minha decisão não será apenas sobre futebol. Vou tentar antecipar o que acontecerá com o coronavírus em outubro, novembro e dezembro. Vou tentar encontrar a melhor maneira de dar um próximo passo importante no minha carreira, mas ao mesmo tempo proteger minha família.”

+ Jornal português: Benfica quer contratar Diego Alves

Em termos esportivos, Carvalhal não escondeu a felicidade de ser alvo do Flamengo, clube do qual tem enorme respeito:

“É um dos maiores clubes do mundo. Noventa e cinco por cento dos gerentes do mundo aceitariam esse desafio. O Flamengo normalmente entra em contato com gerentes que ganharam muitos troféus.”

Carvalhal está muito próximo de acertar com o Braga, uma das quatro forças de Portugal. Sem ele no comando rubro-negro, Marcos Braz e Bruno Spindel deverão seguir sua jornada na Europa para o “plano B” e prosseguir conversas com outros treinadores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais