Bruno Henrique, Gerson e Arão: confira as multas rescisórias dos atletas do Flamengo que estão na mira do Benfica

Técnico Jorge Jesus deseja contar com seus ex-comandados agora no Benfica

Além de perder o técnico Jorge Jesus para o Benfica, de Portugal, o Flamengo tem visto as estrelas Bruno Henrique, Gerson e Willian Arão terem os nomes especulados como pedidos do Mister para reforçar os Encarnados.

Entretanto, o clube português vai precisar abrir os cofres caso realmente queira tirar os atletas do elenco rubro-negro. Afinal, o patamar atingido pelo Flamengo garante a tranquilidade de não precisar negociar seus destaque por qualquer valor e obrigar os interessados a pagarem integralmente a multa rescisória.

Para se ter uma ideia, segundo dados do canal SporTV, o Benfica ou qualquer equipe que mire ter Gerson no seu comando de seu meio de campo, terá de desembolsar a bagatela de 75 milhões de euros (R$ 460 milhões) para comprá-lo em definitivo.

Vale lembrar que a direção do Mengão já recusou uma investida de 18 milhões de euros (R$ 100 milhões) do Tottenham, da Inglaterra, no começo de junho e também avisou que não toparia o valor de 35 milhões de euros (R$ 204 milhões) que Chelsea, da Inglaterra, e Borussia Dortmund, da Alemanha, informaram que poderiam pagar no contato com o pai do jogador.

Bruno Henrique é outro nome que está entre os mais caros do time carioca. O atacante de 29 anos tem multa rescisória na casa dos 35 milhões de euros (R$ 214 milhões) e por ser uma das estrelas do time não deve sair por valor muito abaixo do estipulado em seu contrato.

Já Willian Arão pode ser uma possibilidade aos portugueses. O canal do Grupo Globo revelou que basta pagar a quantia de 3 milhões de euros (R$ 20 milhões) para liberá-lo do Mengão.

Ao todo, o Benfica, que é citado diariamente como interessado no trio, terá de desembolsar cerca de 113 milhões de euros (R$ 689 milhões) para conseguir presentear Jorge Jesus com Bruno Henrique, Gerson e Willian Arão.

BENFICA COM DINHEIRO?

Dias antes de confirmar o retorno do Mister, o Benfica fez um empréstimo de 50 milhões de euros (R$ 304,9 milhões) para reforçar os investimentos na equipe profissional para a próxima temporada 2020/2021.

Em declarações ao veículo Negócios, de Portugal, o CEO do Grupo Benfica, Domingos Soares de Oliveira, indicou que o dinheiro “visa garantir que, qualquer que seja o cenário de retoma das competições, a Benfica SAD terá uma robustez de tesouraria suficientemente forte e conseguirá fazer face a todos os compromissos, tanto internos como externos”.

FLAMENGO AINDA NÃO RECEBEU MULTA DE JESUS

Apesar do dinheiro em caixa, segundo o vice-presidente de futebol Marcos Braz, o Benfica ainda não fez o pagamento da multa rescisória de Jorge Jesus para deixar o Flamengo. Estima-se que o valor esteja próximo a 1 milhão de euros (R$ 5,8 milhões).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais