Braz explica pendência do Flamengo com o Santos por Gabigol e lamenta: “Negociação com eles é sempre difícil”

Dirigente do Mengão garantiu que não há atraso de pagamento sobre Gabigol

Durante entrevista concedida via Fla TV, no canal do Youtube do Flamengo, o vice-presidente de Futebol, Marcos Braz, confirmou a venda de Pablo Marí ao Arsenal, da Inglaterra, desmentiu cláusula que facilita saída de Jorge Jesus a Europa e negou atraso em pagamento de Gabigol ao Santos.

O dirigente rubro-negro explicou que a cobrança do Santos não tem relação com atraso de parcelas e, sim, sobre a porcentagem da compra de Gabigol via mecanismo de solidariedade. Do montante de R$ 95.218 milhões do negócio com à Inter de Milão, da Itália, o Peixe tem direito a receber R$ 3,2 milhões por ser o clube formador do centroavante.

Não tem parcela com o Santos. Pode ser a questão do percentual do clube de formador. O Flamengo se responsabilizou nesse pagamento aí. A gente vem tentando fazer essa negociação, mas de fato a negociação com o Santos é sempre difícil. Mas não vai ter problema nenhum. Gabigol e nosso e ficará muito tempo aqui“, lamentou Braz.

Desde a paralisação do futebol no mundo devido ao coronavírus, o Santos tem intensificado os contatos com a diretoria do Flamengo para receber a quantia e citado o caso via mídia para tentar acelerar a quitação da quantia.

Já estamos conversando com o Flamengo. Por causa desta calamidade pública, temos de entender o Flamengo. Eles sabem do compromisso. Temos o dispositivo de solidariedade da formação do jogador. Vamos esperar”, declarou ao programa “Expediente Futebol”, da Fox, na última semana.

NÚMEROS DE GABIGOL NO FLAMENGO

Na temporada passada, ainda emprestado pela Inter de Milão, da Itália, o centroavante de 23 anos disputou um total de 59 jogos dentre Campeonato Carioca, Copa Libertadores, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Mundial de Clubes, marcou incríveis 43 gols e deu 12 assistências para gol.

Em 2020, Gabriel Barbosa iniciou o ano mantendo o faro de gols e calando críticos que apontavam a contratação de alto custo como um risco. Sob o comando do técnico Jorge Jesus, o camisa 9 marcou 11 gols e deu quatro assistências em 10 partidas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais