Após critica de Bap a Lincoln por gol perdido contra o Liverpool, agente defende atacante e ironiza dirigente

Bap também causou polêmica ao dizer que Pedro ou Reinier não teriam perdido o gol na final do Mundial

Além da critica a Abel Braga, o vice-presidente de relações externa do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, causou polêmica ao dizer que o Mengão não teria perdido o Mundial de Clubes para o Liverpool se o atacante Lincoln não tivesse perdido gol no fim da prorrogação.

Pedro ou Reinier não perderiam aquele gol“. A declaração do dirigente rubro-negro dada ao canal “Ser Flamengo”, no Youtube, causou incomodo no empresário Vitão Remiro.

Em nota enviada ao UOL Esporte, o representante do atacante de 19 anos destacou a boa relação com o presidente Rodolfo Landim e os dirigente Marcos Braz e Bruno Spindel e ironizou a posição de Bap nos bastidores do clube carioca.

Não temos nada que reclamar do Flamengo, os dirigentes sempre foram corretos e profissionais. Cito aqui o presidente Landim, Marcos Braz e o Bruno Spindel. O Bap está em outro patamar, o de baixo. O que é lamentável para o Flamengo e para o futebol“, declarou.

Em defesa da joia rubro-negra, que recentemente teve o nome especulado em Inter de Milão-ITA e Lokomotiv Moscou-RUS, Remiro lembrou de gols importantes na temporada passada e pediu atenção da autarquia do Flamengo para repreender este tipo de conduto de Bap.

Talvez seja por isso que o Bap está no escuro lá no Flamengo, por ter pouca visão sobre futebol ou memória. É hora de repensar alguns movimentos e também da diretoria e conselheiros rubro-negros prestarem mais atenção nesse tipo de conduta. Não pega bem. Futebol é feito de vitórias e derrotas. É lógico que quando se perde um gol o atacante reflete, fica sem dormir, mas sabe de uma coisa? Lincoln é jovem, tem um talento fora de série e ainda dará muito o que falar. Seja no Flamengo ou em outro clube“, completou.

CONFIRA A NOTA DO EMPRESÁRIO DE LINCOLN SOBRE A DECLARAÇÃO DE BAP:

“Recebi com estranheza o comentário de Luiz Eduardo Baptista, o tal BAP, sobre o gol perdido pelo Lincoln na final do Mundial em uma entrevista recente. Aliás, estou tentando entender até agora qual é a intenção do referido dirigente. Pois desandou a proferir inúmeras declarações infelizes. Já disse que iria dar tiro em jogador, se referiu, com acusações levianas e irresponsáveis, sobre um ex-treinador do clube. Quando ele se refere ao Lincoln dessa forma, esquece da passagem do atleta, um garoto do ninho, cria do Flamengo, pelas seleções de base, fora os gols decisivos anotados na base e também no profissional do clube. Será que aquele gol sobre o Grêmio seria anotado por outro jogador? Ou o gol decisivo no final sobre o Botafogo ano passado, no Nilton Santos, também seria marcado por outro atleta? Talvez seja por isso que o BAP está no escuro lá no Flamengo, por ter pouca visão sobre futebol ou memória. É hora de repensar alguns movimentos e também da Diretoria e conselheiros rubro-negros prestarem mais atenção nesse tipo de conduta. Não pega bem. Futebol é feito de vitórias e derrotas. É lógico que quando se perde um gol o atacante reflete, fica sem dormir, mas sabe de uma coisa? Lincoln é jovem, tem um talento fora de série e ainda dará muito o que falar. Seja no Flamengo ou em outro clube. Não temos nada que reclamar do Flamengo, dirigentes sempre corretos e profissionais, cito aqui o presidente Landim, Marcos Braz e o Bruno Spindel. O BAP está em outro patamar, o de baixo. O que é lamentável. Pro Flamengo. Pro Futebol”.

RELEMBRE O LANCE DO ATACANTE NA FINAL DO MUNDIAL DE CLUBES:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais