Adversário do Flamengo na Libertadores, Del Valle está invicto após retorno do futebol

Atual campeão da Sul-Americana lidera o Equatoriano, mas demonstra deficiências defensivas

Adversário do Flamengo na noite desta quinta-feira (17) pela Copa Libertadores, o Independiente Del Valle vive um excelente momento no Campeonato Equatoriano. O time comandado por Miguel Ángel Ramírez vem em uma sequência de 12 jogos sem derrotas. O último revés foi no dia 1º de março para o Olmedo por 2 a 1.

Isso significa que desde o retorno da paralisação por conta da pandemia de Covid, o atual campeão da Copa Sul-Americana está invicto. Nessa sequência de 12 partidas sem derrotas, o Del Valle conquistou oito vitórias e quatro empates e soma incríveis 32 gols marcados (média de 2,7 gols por jogo).

Apesar do forte poderio ofensivo, a equipe equatoriana também demonstra alguns problemas defensivos. Foram 15 gols sofridos nesses 12 jogos, o que dá uma média de 1,2 gol sofrido por partida.

LEIA MAIS
+ Gabigol, sozinho, vale quase o dobro de todo elenco do Independiente Del Valle; veja os valores
+ Independiente del Valle x Flamengo: Sem TV, veja como acompanhar o jogo ao vivo
+ Flamengo terá novidades para enfrentar o Del Valle; veja a provável escalação

Os dois números estão bem atrelados um ao outro. Isso porque o técnico Miguel Ángel Ramírez não abre mão de uma equipe bastante ofensiva, o que acaba deixando muitos espaços para os adversários jogarem.

Jogo pelas laterais

O Independiente Del Valle segue um estilo de jogo posicional, assim como o Flamengo de Domènec Torrent. Buscando construir o jogo desde trás, os equatorianos atacam e chegam à área adversária com muitos homens.

Uma das chaves para o sucesso ofensivo da equipe é o apoio dos laterais. Tanto Preciado, pela direita, quanto Beder Caicedo, pela esquerda, costumam chegar ao ataque com frequência. E muitas vezes sobem os dois ao mesmo tempo.

Com isso, o Del Valle deixa apenas dois ou três homens (a dupla de zaga e, às vezes, o volante Pellerano) na defesa. Assim, o time equatoriano deixa muitos espaços nas costas de seus laterais e seus zagueiros para os contra-ataques dos rivais. Foi assim que nasceram muitos dos gols sofridos pela equipe nessa sequência invicta.

A chave para o Flamengo sair de Quito com um bom resultado passa por tentar vencer a primeira pressão do Del Valle ao recuperar a bola. O fato de ter muitos jogadores dentro da área, deixa um espaço grande para os volantes dominarem a bola, olharem o jogo e fazerem lançamentos nas costas da defesa. Assim, o rubro-negro pode aproveitar a velocidade de seus homens de frente para explorar essa deficiência do rival.

Principais nomes do Del Valle

Além dos laterais já citados, o Independiente conta com outros dois grandes nomes. O meia argentino Lorenzo Faravelli, principal criador do meio de campo, e o atacante panamenho Gabriel Torres, que tem 14 participações de gol (11 gols e 3 assistências) nessa sequência de 12 jogos invictos do clube.

Flamengo e Independiente Del Valle dividem a liderança do Grupo A da Copa Libertadores, com seis pontos. Após o duelo desta noite, o rubro-negro segue no Equador, onde vai enfrentar o Barcelona, em Guayaquil, na próxima terça-feira.

Siga o Hashtag Rubro-Negro nas redes sociais também:

Twitter: https://twitter.com/hashtag_RN

Facebook: https://www.facebook.com/hashtagrubronegro

Instagram: https://www.instagram.com/hashtagrubronegro/

YouTube: https://bit.ly/30Y8Ll4

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Hashtag Rubro-Negro usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia Mais